sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Glau canta Elis

Início de julho começamos a ensaiar.
Pra quem conhece um pouco da vida da Elis Regina, sabe da intensidade e genialismo dela que foi - e ainda é - uma das maiores cantoras de todos os tempos do mundo!
É uma ousadia, diria até um atrevimento, fazer um show com o repertório interpretado por ela.
Mas em certos assuntos sou assim mesmo: atrevida, ousada e outras vezes até um pouco impertinente.

No repertório, inicialmente, tinham umas 200 músicas!
Pra chegar em 20 foi um parto com dor. Mas nasceu...

O velho truque do pout-pourri salva...
Junta essa com aquela, um bloquinho de Milton, outro de samba,mais um de João Bosco, e neste caminho conseguimos deixar um repertório onde as pessoas vão ouvir as mais emblemáticas músicas cantadas pela Elis.

Claro, o fulano vai sair querendo ouvir tal e o sicrano aquela bem boa que diz assim...
Mas, mesmo que Elis descesse à terra hoje, com a permissão do pessoal do céu - ou de onde ela esteja - teria que ficar por aqui uns quinze dias, dia e noite, em cima de um palco pra cantar seu repertório inteiro.

Dia 4 de outubro, semana que vem, estamos lá na feira do Livro, no Teatro do Sesc, eu, Giovani e Catata, entoando as canções de Elis...

AGORA EU SOU UMA ESTRELA

Agora o braço não é mais o braço
erguido num grito de gol.
Agora o braço é uma linha, um traço,
um rastro espelhado e brilhante.
E todas as figuras são assim:
desenhos de luz, agrupamentos de pontos,
de partículas, um quadro de impulsos,
um processamento de sinais.
E assim - dizem - recontam a vida.
Agora retiram de mim a cobertura de carne,
escorrem todo o sangue, afinam os ossos
em fios luminosos e aí estou
pelo salão, pelas casas, pelas cidades,
parecida comigo.
Um rascunho,
uma forma nebulosa feita de luz e sombra
como uma estrela. Agora eu sou uma estrela.

Texto gravado por Elis Regina.




2 comentários:

  1. Fui te ver no Sesc com o Catata e o Bél! "Maravilhoso" é só o que precisa ser dito! bjs

    ResponderExcluir